segunda-feira, 30 de agosto de 2010

ZIMBREIRA - Almoço convívio 28-08-2010

Zimbreira em Movimento
Sábado, dia 28 de Agosto, foi dia de almoço convívio na Zimbreira.
Os zimbreirenses organizaram-se e proporcionaram um animado dia a todos os que ali compareceram e foram muitos! Ao almoço cheio de iguarias seguiu-se depois um simpático lanche.
Este encontro revelou-se uma excelente oportunidade para ver e rever amigos da terra que por lá passaram.
Também presentes no almoço, estiveram o Presidente da Junta de Freguesia de Envendos e sua esposa que com muito gosto participaram no evento, retratando-o também em algumas fotografias que aqui ficam para mais tarde recordar.

sábado, 7 de agosto de 2010

Recolocação de Médico na Freguesia de Envendos

Carta enviada ao Exmo Senhor Dr. Brandão – Director Executivo

ACES-PIS, Apartado 42

6150 – 909 Proença-a-Nova

Exposição / Requerimento


Exmo. Senhor Presidente,

Apresentando os meus respeitosos cumprimentos, na qualidade de Presidente da Junta de Freguesia de Envendos, venho por este meio expor e requerer a V.Ex.(a) o seguinte:

Até ao passado mês de Junho, a freguesia de Envendos era servida por um médico em permanência, o Dr. Vítor Gaspar, que assegurava a realização de consultas aos habitantes da freguesia, cinco dias por semana, nas instalações da Casa do Povo. Sucede que por motivos de reforma deste médico, actualmente os habitantes da freguesia de Envendos deixaram de ter acesso às consultas médicas na freguesia. Ora, a existência de médico permanente para realização de consultas verifica-se há décadas, estando os habitantes da freguesia desde sempre habituados a puderem recorrer a este tipo de assistência médica e não dispondo de qualquer alternativa a este tipo de consultas, uma vez que o centro de saúde mais próximo se localiza na vila de Mação, a cerca de 30 km de Envendos. Ora, sendo a população de Envendos uma população grandemente envelhecida, é muito difícil aos nossos idosos realizarem esta deslocação porque não dispõem, em grande parte, de viatura própria, nem de recursos económicos que lhes permitam assegurar a deslocação até Mação, em transporte alugado.

Assim e como até ao momento nenhuma solução foi proposta no sentido de assegurar a substituição do médico que entrou em situação de reforma, venho apelar a V.Ex.as no sentido de diligenciarem pela resolução urgente deste problema que merece ser atendido.

De facto, tendo em conta as características e dimensão da freguesia de Envendos, entendo existir o direito à permanência de médico na freguesia com vista à realização de consultas. Vejamos: a freguesia de Envendos tem cerca de 1200 habitantes, é a terceira maior freguesia do Concelho de Mação, tem uma área de 92,86km2 e é composta por 19 aldeias, pelo que deverá ser assegurada a permanência de médico na freguesia num mínimo de 4 dias por semana e idealmente, 5 dias por semana, conforme vinha acontecendo.

A população de Envendos tem-me transmitido as suas queixas desde a saída do médico e mostra-se transtornada, por ainda não ter sido apresentada qualquer solução para o problema. Muitos dos utentes têm-se visto impedidos de ter assistência médica atentas as dificuldades de mobilidade acima citadas e sentem-se afectados na sua dignidade por não terem acesso aos cuidados de saúde que até então ali eram garantidos. A população de Envendos precisa de médico de família e tem-me transmitido essa necessidade diariamente. Assim, venho solicitar-lhes que analisem a questão e que dêem resposta urgente às necessidades da população. Estou certo que é do interesse de todos garantir a prestação de cuidados de saúde a todos os cidadãos, pelo que estou convicto que irão desenvolver os melhores esforços para a resolução desta situação. Fico a aguardar a V/ resposta à exposição apresentada.

Agradecendo antecipadamente a V/ atenção, subscrevo-me com os melhores cumprimentos,

 
O Presidente


(João Luís Pereira)

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Autarca de Envendos reclama variante de acesso à A23

A “falta de condições de segurança” no troço entre Envendos (Mação) e o nó da A23, levou hoje o presidente da junta de freguesia local a reclamar a construção de uma variante de ligação àquela via rápida.

Em declarações à agência Lusa, João Pereira disse que o percurso entre a freguesia de Envendos e o nó de acesso à A23 é efetuado pela Estrada Nacional (EN) 359, num troço com cerca de 3800 metros, cuja estrada possui uma plataforma muito reduzida não permitindo que dois veículos se cruzem com segurança, “muito menos quando se tratam de veículos pesados, cujo tráfego é muito significativo”.

João Pereira afirmou que o problema “exige solução urgente”, uma vez que se tratam de vias nas quais existe um movimento de circulação automóvel diário bastante grande, podendo contabilizar-se até cerca de 40 camiões que todos os dias circulam naquela estrada.

“Desde que a Unicer deslocalizou para Envendos a sua central de distribuição, em meados do ano passado, que a circulação de pesados aumentou significativamente numa via onde não cabem dois camiões lado a lado”, disse o responsável.

Segundo João Pereira, “todos os dias se verificam sérios perigos de circulação que põem em causa a segurança de todos os condutores, que são obrigados a desviar-se para as bermas quando se cruzam com veículos que circulam em sentido contrário, numa estrada que tem locais que nem chegam a ter 4 metros de largura”.

O autarca disse ainda que as condições daquela via são um “estrangulamento” ao desenvolvimento da freguesia, como única via de acesso à A23, reclamando o “imediato” alargamento da via e a construção da variante de Envendos, “já prevista” no Plano Rodoviário Nacional.

Fonte: Rádio Pernes